Oi, amiguinha!

Meu nome é Tilda e eu vim lá da Noruega. Eu nasci em 1999, e quem me criou foi uma moça muito bela chamada Tone Finnanger. Sabe, minha mãe gosta muito de aventuras e este é o motivo pelo qual eu não tenho boca. O que me alimenta não é comida, mas sim, todas as histórias que são contadas com o coração!

No ano passado, estive no Ressu e aprendi muitas coisas com as crianças brasileiras, por isso, pedi à minha mãe para voltar. Agora estou de volta.

Assim como no ano passado, passarei um fim de semana na casa de cada aluno para receber todo o carinho do mundo! E, como parte da minha estadia, quero me alimentar de uma boa história! Junto comigo levo um livro especialmente escolhido da biblioteca do Ressu, para a sua família ler para nos divertimos.

Como estou muito longe de casa, combinei com a minha mãe que os pais de quem me receber enviarão um e-mail para [email protected], contando tudo o que fizemos. Neste e-mail,  cada família enviará fotos nossas e um breve relato de como nos divertimos durante o fim de semana.

Cada aluno pode me abraçar, me levar aos seus lugares preferidos, me colocar para dormir, me apresentar para os familiares e amigos e, é claro, me contar outras histórias. Só não posso ser danificada, porque preciso voltar inteirinha para casa.

Como disse antes, vou com os alunos aos finais de semana. Quem me hospedar, deverá me trazer de volta para o colégio na segunda-feira, afinal, eu também quero aprender muitas coisas novas na escola!

Espero que possamos passar muitos momentos felizes todos juntos: você, a sua família e eu!

Que venham novas aventuras!

Com amor,

Tilda

Oi, amiguinho!

Meu nome é Pinóquio e eu vim de uma aldeia italiana. Eu nasci em 1883, sou de madeira e quem me criou foi um senhor muito simpático chamado Geppetto. Sabe, meu pai gosta muito de aventura e este é o motivo pelo qual eu quero muito ser um menino de verdade. O que me alimenta não é comida, mas sim, todas as histórias que são contadas com o coração! Fico imaginando eu e meu pai vivendo essas histórias.

No ano passado, estive no Ressu e aprendi muitas coisas com as crianças brasileiras, por isso, pedi à meu pai para voltar. Agora estou de volta.

Como estou muito longe de casa, combinei com o meu pai que quem me receber enviará um e-mail para [email protected], contando tudo o que fizemos. Neste e-mail,  cada família enviará fotos nossas e um breve relato de como nos divertimos durante o fim de semana.

Sabe, são essas histórias, o carinho e o cuidado de vocês que irá me ajudar a ser um dia um menino como você!! Meu pai me transformou de madeira para tecido, assim ficou mais fácil minha viagem! Agora, passarei um fim de semana na casa de cada aluno para receber todo o carinho do mundo! E, como parte da minha estadia, quero me alimentar de uma boa história! Junto comigo levo um livro especialmente escolhido da biblioteca do Ressu,  para a sua família ler para nós.

Cada aluno pode me abraçar, me levar aos seus lugares preferidos, me colocar para dormir, me apresentar para os familiares e amigos e, é claro, me contar outras histórias. Só não posso ser danificado, porque preciso voltar inteiro para casa.

Como disse antes, vou com os alunos aos finais de semana. Quem me hospedar, deverá me trazer de volta para o colégio na segunda-feira, afinal, eu também quero aprender muitas coisas novas na escola!

Espero que possamos passar muitos momentos felizes todos juntos: você, a sua família e eu!

Que venham novas aventuras!

Com carinho,

Pinóquio

Tilda e Pinóquio em visita na casa dos alunos